Água de Manaus – grande

Árvores que abraçam a história do ‘casarão secular de Paricatuba’

As ruínas da Vila de Paricatuba, no município de Iranduba, a 25 quilômetros de Manaus, uma das mais suntuosas obras arquitetônicas construídas no Amazonas está à mercê da floresta

Passava das 11h40 de segunda-feira (13/01), quando a equipe do Amazônia21.com chegou a Vila de Paricatuba, no município de Iranduba, a 25 quilômetros de Manaus. O tempo estava nublado e o vento arejava ainda mais o clima. Nas estreitas vias da vila não havia sinal algum dos nativos, mas aos poucos foram aparecendo, dando o ar da graça a frente de suas casas simples.

Após andarmos mais alguns minutinhos, nos deparamos com a frente do prédio secular no centro da Vila, invadido por árvores centenárias e tem as paredes cobertas de trepadeiras que criam desenhos inusitados, difícil imaginar que, em 1889 ele era modelo de sofisticação arquitetônica. A então hospedaria para imigrantes italianos— vindos da Europa para trabalhar no estado — era rica em luxo e sofisticação.

Turistas se encantam com as ruínas do casarão a Vila de Paricatuba

Atualmente, as ruínas do casarão da belle époque resiste ao descaso do poder público. Apesar do abandono, o local continua a atrair visitantes que procuram o local para conhecer um pouco da história e para utilizar como cenário de books fotográficos. Próximo a imponente estrutura do início do século, há ainda, belas praias e uma visão privilegiada do rio Negro.

De acordo com relatos de moradores, no casarão funcionou como cadeia pública de Iranduba, a primeira escola técnica do Amazonas e, logo após, o internato para portadores de hanseníase do Estado é marcado por uma história de abandono e depredação.

Os moradores contam ainda, que o prédio foi construído pelo governo do Estado para servir como uma grande hospedaria para imigrantes italianos. Foi abandonado logo após a inauguração. Em seguida o local foi administrado por padres espiritanos franceses que fundaram o Liceu de Artes e Ofícios.

Como chegar:

O acesso à Vila de Paricatuba é pela estrada Manoel Urbano (AM-070), passando pela Ponte Phelippe Daou, outro cartão postal da cidade. Você dirige até o KM-21 e quase em frente ao Restaurante do Bosco pega um ramal à direita, seguindo até a vila.

você pode gostar também
Consultório Maurício