Água de Manaus – grande

Bosque da Ciência do Inpa retoma atividades de visitação

Uma das importantes áreas de lazer de Manaus retoma as atividades nesta terça-feira (07), após recesso de fim de ano para manutenção e planejamento. O Bosque da Ciência, espaço de visitação pública do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), estará aberto aos visitantes com duas novidades – a reativação do Viveiro dos Poraquês e da exposição do Chapéu de Palha, e é opção interessante nesse período de férias escolares.

“É com grande satisfação que retornamos as atividades para 2020 trazendo a reabertura de dois valiosos atrativos do Bosque, o Chapéu de Palha, que aborda a vida aquática amazônica e alguns frutos da região, e o Viveiro dos Poraquês, o ‘lugar’ dos peixes elétricos, localizado no atrativo Recanto dos Inajás, parada obrigatória para a contemplação da natureza no meio do Bosque”, conta o coordenador do Bosque da Ciência, Alexandre Buzaglo.

Fragmento florestal dentro da área urbana de Manaus, o Bosque possui uma área de 13 hectares – equivalente a 13 campos de futebol -, e quase 25 atrativos da fauna e flora amazônica (peixes-boi, ariranha, jacarés, tartarugas, cotias, macacos, Tanimbuca – árvore de 600 anos, sumaúma, entre outras espécies), além da nova exposição da Casa da Ciência – Tramas da Ciência. É possível conhecer ainda unidades demonstrativas de tecnologias desenvolvidas pelo Inpa, como casa de madeira, casa ecológica e purificador de água.

O visitante pode melhorar ainda mais a sua visita utilizando aplicativos gratuitos para celular, que podem ser baixados na Google Play Store. Um deles é o Trilha Animal, que permite ao usuário obter informações de qualidade sobre sete animais (peixe-boi, ariranha, jacaré, poraquê, preguiça, cotia e macaco – os três últimos são da fauna livre), com direito a mapa interativo onde é possível ver os bichos em 3D e com dimensão aumentada. Outro é o Giulia – Mãos que Falam, um roteiro inclusivo para auxiliar pessoas surdas a fazer uma visita ao guiada.

Vários projetos e programações especiais são realizadas durante o ano, como Circuito da Ciência, Aniversário do Bosque (1º de abril), Semana do Meio Ambiente, Virada Sustentável, Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. “Queremos que nossos visitantes se sintam pertencentes ao Bosque, aprendam enquanto se divertem, e desfrutem desse pedacinho da Amazônia no meio da cidade, que este ano completará 25 anos de muita ciência e lazer em Manaus”, diz Buzaglo.

Saiba Mais

Em 2019, o Bosque recebeu cerca de 90 mil visitantes. Vinculado à Coordenação de Extensão do Inpa, o espaço funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h, sábados e domingos das 9h às 17h. A portaria fecha às 16h. às segundas, é fechado para manutenção.

Está localizado na rua Bem-te-vi, s/nº, Petrópolis, zona Sul de Manaus. A entrada custa R$ 5, mas crianças até dez anos e idosos a partir de 60 anos não pagam. Grupos escolares e instituições filantrópicas agendados e confirmados pela coordenação não pagam. Os interessados podem agendar pelo endereço:  http://abc-bosque.inpa.gov.br./

você pode gostar também
Consultório Maurício